sexta-feira, 3 de junho de 2016

Diário de Grávida - 22° e 23° semanas

Oi gente!! Estou bem atrasada com os diários né?
Pois é, além da correria da vida, também ando um pouco cansada sabem? Tem dias que estou tão cansada que não tenho vontade de parar para escrever, nem vontade de pensar tenho :( Acho que é toda essa mudança hormonal, não sei.

Alguns diários atrás, comentei com vocês que "ando" (ou tenho) com muito medo... não sei, estou com muito medo de não dar conta do recado sabem? De não ser uma boa mãe, de não conseguir ver as necessidades do meu filhote... medo de não ter até capacidade de ser mãe... não sei explicar exatamente toda essa confusão que se passa na minha cabeça, mas o medo não sai de mim. Passo as madrugadas de insônia me perguntando: Fernanda, será que tu vai conseguir? Eu sei que não sou a única mãe de primeira viagem no mundo, talvez outras grávidas de primeira viagem também estão passando por essa "confusão", por esse medo todo.
Tem horas que fico pensando... pensando... se minha mãe estivesse aqui para me ajudar a pensar em tudo... nas malas da maternidade minha e do Benjamin, na hora dos apertos das mamadas, na hora dos banhos do danadinho, me ajudar no pós parto... será que eu não estaria mais tranquila? Acho que sim! Eu sei que vai ter gente querendo ajudar, mas nunca será a mesma coisa, até porque eu não gosto de pedir ajuda, e não é por orgulho sabem, mas porque fico sem jeito mesmo. Também não gosto de ficar falando que estou com dor, nem que preciso disso ou daquilo. Sei que o Evandro vai ser um paizão presente, que ele vai estar aqui pra ajudar mesmo, mas mãe é mãe né?
Bom, vou contando pra vocês os meus medos aos poucos para que não fiquem apavoradas comigo ;)

A 22° semana foi marcada por uma azia e um refluxo terrível, sofrido sabem? Pior é que persiste, então terei que fazer o remédio que a médica passou :( Sou muito resistente a remédios, odeio, e na gravidez tenho ainda mais pavor. Mas acho que não conseguirei ficar assim, é muito ruim.

Os pais do Evandro vieram para o feriado e trouxeram coisinhas para o Benjamin. Compramos os tecidinhos pra minha sogra fazer os protetores de berço, e agora estamos indo atrás dos móveis do quarto dele, fazendo orçamentos de móveis sob medida e também vamos olhar móveis prontos... O que sabemos é que não queremos nada com cara de quarto de bebê, estamos pensando em móveis que ele use por muitos e muitos ano, nada descartável.

A 23° semana foi marcada por um resfriado daqueles, não tenho nem vontade de sair da cama... Não é fácil, mas logo passa ;)

Seu Benjamin anda dando "trabalho" hehehe, agora os "chutes" ficaram ainda mais fortes, o danadinho é sapeca, não para. É uma delícia saber e sentir que ele está bem, saudável. Passo o dia conversando com ele, e ele passa o dia me "respondendo", as madrugadas também viram ;)

Faz tanto tempo que não me sinto sozinha, estou sempre com o meu companheirinho... fico imaginando como vai ser depois que ele nascer... sei que os filhos são para o mundo, e agora entendo como é difícil para nossos pais quando chega a hora de voarmos, e olha que ele ainda nem nasceu. Toda essa experiência é uma delícia, uma benção, meus medos são tão pequenos em relação ao amor que sinto por esse serzinho. Tenho certeza que meu amor se multiplicará ainda mais na hora em que ele estiver nos meus braços... estou aqui com os olhos cheios de lágrimas.

Quero agradecer cada um (a) de vocês que param para ler meus diários, que estão acompanhando cada passo da gravidez ao meu lado aqui no blog... Meu muito, muito obrigado <3

Final de semana incrível pra gente!

Esse diário não teve foto perceberam? Perdemos todas as fotos do cartão de memória :( coisas da vida, acontece...

Nanda Pezzi

9 comentários:

  1. Olá, minha linda,

    Penso que é perfeitamente normal uma mamãe de primeira viagem sentir-se insegura quanto aos aspectos que você menciona. Claro que você vai dar conta e que será uma excelente mamãe. Ajuda não lhe faltará, pois a família inteita 'baba' diante do primeiro bebê que chega e todos procuram dar aquela forcinha. Uma enteada minha, quando da gravidez de sua primeira filha, frequentou uma creche, fazendo voluntariado, para aprender a lidar com os bebês. Ela se saiu muito bem. De qualquer forma, o instinto materno a guiará; portanto, relaxa e curta a sua gravidez.
    Deve mesmo ser desconfortável enfrentar azias e refluxos, mas são situações temporárias. Benjamin vale o sacrifício, né não? Faz parte do pacote da gravidez-rs. Espero que você se livre logo de tais incômodos.

    Por aqui, tudo bem, graças a Deus. Estou mais animada, embora continue com o propósito de me afastar do blog por mais tempo. Enquanto resolvo, continuarei no face.

    Que o final de semana seja de paz! Aproveite-o bem para descansar bastante.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  2. Olá Nanda
    Sei o que você está passando pois passei por isso também, o medo vinha e
    me sentia impotente, e depois que a minha primeira bebe nasceu, foi pior,
    eu não tinha com quem contar, e minha mãe morava na outra rua, imagina o
    que passei! e com o tempo fui me acostumando a fazer tudo sozinha, e enfrentando
    o medo a cada dia, chorava todos os dias, e o bebe de outro, fiquei meio trauma-
    tizada, e o que mais me agarrei foi a Deus por me ajudar a ter forças e seguir
    pois meu bebe precisava de mim, mas não quero ser dramatica, seja sempre sincera
    com o Leandro e tente não estourar com ele, pois eles não tem culpa das confusões
    que passamos em nossa cabeça nesta fase, mesmo depois de ter tido o bebe, ainda há
    uma revolução de hormonios tentando se ajustarem. E claro que você vai precisar de
    uma pessoa para te ajudar quando ele chegar, não se acanhe em pedir para alguém mais
    proximo, é muito bom ter alguém perto nesta hora. E o bebe e voce vão se estrozando
    com o tempo, no começo é uma choradeira, principalmente para tomar banho, as minhas
    era muito choronas, mas com o tempo passa, não se desespere com choro nenhum, ou é
    fome ou é cólica,ou também uma fralda suja eca...esta parte eu não tenho saudadeskkkk.
    Eu fiquei tão assustada quando minha bebe fez coco preto, pensei que ela tinha alguma
    coisa de grave mas era normal, coisa de primeiro filho, na segunda eu já sabia, então foi
    mais tranquilo.
    E é isso que falo pra voce , fica calma, pois vc está sofrendo por antecipação,todo bebe
    é diferente, deixa ele chegar e aí voce vai ver o que terá de enfrentar, geralmente a gente
    pensa algo que, quando vai ver nem era tudo aquilo que pensávamos.
    Se quiser algumas dicas quando o Ben vier me manda um direct e assim talvez eu te acalme, já
    tive duas e sei algumas coisinhas.Que chato ter de tomar remédio, mas se não tem jeito, tem de
    tomar.
    Um ótimo fim de semana para esta familia linda que
    vai ficar mais linda com a vinda deste meninão.
    bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nandinha
    Medo anto medo, ahh, como eu tinha! Medo de morrer no parto e minha filha ficar sozinha no mundo, apesar de ter mãe, irmã e tudo mais haha Medo de matar ela de alguma forma kkk,medo de não entender o que ela estava sentindo, medo de não ter leite, de não ter dinheiro para sustentá-la. Medo, medo, medo... acho que isso é normal e hormonal kkk Mas, não perca seu sono por causa disso, vc vai precisar de cada segundo de descanso. A vida se encarrega de tudo ajeitar, tudo é bem feito e idealizado para a gente. Vc vai dá conta sim, do filho , do marido, da vida e de tudo! Os remédios são essenciais, nesse momento e não prejudica ninguém, nem vc nem o bebê. Pare de antecipar o que pode acontecer! Viva o agora, a barriga, o amor e relaxa!! Qualquer coisa pode contar comigo.
    Bjos e bom final de semana,
    Blog: DMulheres
    Instagram : @dmulheres

    ResponderExcluir
  4. Nanda minha amiga <3 o medo faz parte da vida,eu tive também minhas inseguranças mais isso tudo desaparece quando o Ben chegar você consegue sim dá conta, cuidar dele, tenho certeza que você será uma benção de mãe. Mãe faz muita falta mesmo ao nosso lado sei bem o que é isso, mais a vida nos prega cada peça e precisamos seguir em frente!!
    Fica tranquila Nandinha curta muito sua gravidez cada momento intensamente registre os momentos importantes para você relembrar depois, o Evandro está ai pra te dá todo apoio!E nós suas leitoras e amigas virtuais aqui pra te ajudar com palavras!!
    Essa fase o bebê fica bem ativo mesmo chuta que é uma beleza, melhoras pra você Nanda espero que esteja melhor dessa gripe!!
    Um beijo <3 bom final de semana!
    http://detudoumpoucosil.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Saudades do diário!
    E gostei muito de saber como anda a gravidez, e tenho que te dizer, isso passa, esse sentimento de não conseguir, ter medo de certas coisas. Minha amiga se sentia assim na gravidez, e na terça feira agora ela deu a luz e tudo passou, é só amores com o Bernardo e o amor de mãe aumentou ainda mais. *--*
    E eu também sou como você, detesto tomar remédios, mas quando é para o nosso bem, eu acabo contrariando e tomando o remédio, com careta e tudo. hehe
    Que dê tudo certo na sua gestação, e que o Benjamin venha logo para te encher com mais felicidade ainda.
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  6. Nanda, normal sentir/pensar assim. Conheço mamães que já passaram por isso. Mas você nasceu pra ser mãe. Assim como todas que já são. A única e maior responsabilidade de todas é amar. Esse amor guiará seus atos. Te cuida! Beijo.

    juliamodelodemodelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Nandinha, uma pena você ter alergia, porque aquele é um antitranspirante excelente! ;D

    Bom, eu não sou mamãe, então não posso dizer que sei como é esse medo. Mas posso imaginar, já que tudo é novidade, né?! Não se preocupe em não dar conta. Quando o Benjamin estiver nos seus braços, você vai saber o que fazer! Porque a mãe sente exatamente o que o filho precisa!

    Ótima segunda!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  8. Oi Nanda posso imaginar os teus medos nesse momento mas tenho certeza que tu vai ser uma ótima mãe, quando o Benjamin nascer já vêm o instinto de cuidado e proteção. Cuide - se com o resfriado. Tá passando rápido né tem que arrumar o quartinho. <3

    Beijos

    Uma ótima semana!

    Aline
    comprasdemulheres.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Amiga acho que isso é normal sabe, o medo. Mas tenho certeza que srá uma boa mãe. Vai aprender com o seu baby e ensinar. Se fosse para ser uma mãe ruim nem estaria se preocupando não acha. Não se preocupe não.
    Passei só pra dar esse recadinho.
    Bjooo

    Jéssica

    www.minhasfeminices.com

    ResponderExcluir